quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Lançado o Festival de Teatro da Língua Portuguesa FestLuso




14.08.2013

O Grupo Harém de Teatro lançou na noite do dia 13 de agosto de 2013, a partir das 19h, no Espaço Cultural ‘Osório Jr.” e Bar do Clube dos Diários, o Festival de Teatro da Língua Portuguesa FestLuso 2013, numa concorrida participação de artistas, convidados e parceiros do Projeto de integração de países falantes da língua portuguesa.

Na ocasião, o Presidente do Grupo Harém de Teatro discorreu sobre democracia e reunião de ações culturais de linguagem afins e deu por aberta a temporada da lusofonia. Airton Martins, da Coordenação de Produção Executiva do Grupo também se pronunciou para saudar a todos os presentes e reiterar Projeto que já marca calendário de teatro na cidade de Teresina e amplia as fronteiras do Brasil enquanto recepciona nações lusófonas. 

Francisco Pellé, coordenador geral do Festluso também discorreu sobre a importância do Festival que ora estava sendo lançado. Sobre as impressões da abertura do Lusófono, disse que mais uma vez se alcança o objetivo com uma programação inquestionável e democrática “com a participação de grupos da lusofonia muito bem representados. Ainda há um gargalo a ser resolvido, que é a participação de Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste”. Pellé aponta que há uma baixa produção dessas nações e que é necessário haver uma preocupação com a inclusão destes países que também encontram dificuldades de deslocamentos até o Brasil. E que na reunião com os diretores lusófonos deste ano deverá pautar discussões acerca de estratégias que viabilizem a vinda dessa parte da lusofonia ainda não contemplada. “Cumprir a função do teatro da língua portuguesa e reafirmar a participação da diversidade de linguagens dos grupos convidados e do Piauí também, que é muito importante”, finalizou o ator. 

Nas palavras da presidente da Fundac , Bid Lima, o importante é comunicar, lembrando a Escola Invisível de Palo Alto, e o Festluso realiza comunicação que incorpora grupos, países, linguagens e todo um arcabouço de cultura compartilhada, de fronteiras aproximadas no diálogo do teatro. E acrescentou, “O Festluso é de suma importância para a cidade de Teresina, o estado e o Brasil que abrigam outros povos e suas experiências na cena lusófona.” 

O evento que encontra patrocínio da OI Cultural e Governo do Estado, Fundac e Siec, bem como parceiros da hora e da confirmação do Festival, segue para sua 5ª. Edição, de 26 a 31 de agosto, e desempenhará ações de arte e cultura nas casas de espetáculos, Theatro 4 de Setembro, Teatro do Boi, Teatro Estação e Praça Pedro II. Na programação paralela aos espetáculos, haverá oficinas, workshops, lançamentos de livros, shows musicais e conversas com diretores lusófonos durante uma semana cheia de atrações do Piauí, Brasil e os países Angola, Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Cardis-Espanha/Portugal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário