sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Governo volta atrás e garante 30% do apoio original ao FestLuso

Depois da repercussão na imprensa local, nacional e internacional sobre o cancelamento de grande parte da programação do FestLuso 2010, o governo do Piauí cedeu às pressões e garantirá ao festival 30% do apoio total anteriormente prometido.

Na noite da última quinta-feira (11), o governador reeleito Wilson Martins anunciou que o estado não tinha condições de arcar com o patrocínio para o evento. Com a retirada do apoio, a coordenação geral do FestLuso viu-se obrigada a realizar cortes em sua programação. Foram cancelados os espetáculos locais, uma parte dos nacionais, shows de bandas locais e a mostra de teatro de rua.

Os músicos Jorge Mautner e Nelson Jacobina solidarizaram-se com a situação do evento e decidiram manter o show na programação, independentemente da falta de recursos.

A coordenação do FestLuso lembra, que mesmo diante da revisão de decisão do governo, o quadro de espetáculos não poderá ser completamente restabelecido. A programação já foi adaptada e não contará, por exemplo, com a vinda da nova peça de Lucélia Santos, “As Traças da Paixão”. A abertura do evento, na próxima segunda-feira (15) às 19h, agora será feita pelo próprio Grupo Harém, idealizador do evento, com a já consagrada “Raimunda Pinto, Sim Senhor”.

As atrações mantidas continuarão à disposição do público com entrada franca, pois o Harém acredita em seu trabalho pela democratização da cultura.
                                                                               

Um comentário:

  1. deixo aqui a minha indignação em ver INFELIZMENTE mais uma vez a história se repetindo. governos que cancelam iniciativas culturais importantes no Piauí. Já vi esse fime antes, e to com medo do final...

    ResponderExcluir